É composto por de três séries anuais articuladas, com até oito aulas diárias em período integral. A matriz curricular conta com projetos de aprofundamento voltados às áreas do conhecimento, com terminalidade correspondente às ocupações identificadas no mercado de trabalho. Ao completar as três séries, o aluno recebe o diploma de técnico que lhe dará o direito de exercer a habilitação profissional e de prosseguir os estudos no nível da educação superior.

 

O processo de criação de sites e o de desenvolvimento de programas que podem ser utilizados em páginas na internet. Para programar, o aluno vai estudar raciocínio lógico e linguagens de programação, que utiliza comandos para desenvolver funcionalidades e dar forma a um site. Além disso, o estudante aprenderá um pouco de design com o objetivo de tornar a página mais agradável e fácil de ser utilizada. O aluno aprenderá ainda como criar e alterar bancos de dados que vão alimentar os sites. Noções de marketing digital para a web e de empreendedorismo também serão ensinadas ao longo do curso.

 

Cria websites de acordo com as necessidades do cliente, identificando e sugerindo as melhores soluções; faz a manutenção de portais, sites e intranets; cuida da identidade visual das páginas de uma empresa; faz a customização de plataformas de conteúdo para web, como blogs e sites de comércio eletrônico; cria e realiza manutenção de bancos de dados para websites; adapta as páginas para abrigar vídeos, áudios e funções que facilitem a acessibilidade, como comandos de voz, por exemplo; trata e otimiza imagens para uso na internet; e prepara o layout de mensagens que são enviadas por e-mail (newsletter ou e-mail marketing), entre outras atividades.

 

Empresas de desenvolvimento de sites ou de sistemas e empresas de marketing digital. O técnico também pode trabalhar por conta própria, como freelancer, prestando serviço a outras empresas.

 

Manhã e tarde

 

3 (três) anos