É composto por de três séries anuais articuladas, com até oito aulas diárias em período integral. A matriz curricular conta com projetos de aprofundamento voltados às áreas do conhecimento, com terminalidade correspondente às ocupações identificadas no mercado de trabalho. Ao completar as três séries, o aluno recebe o diploma de técnico que lhe dará o direito de exercer a habilitação profissional e de prosseguir os estudos no nível da educação superior.

 

Como funcionam as organizações, desde empresas privadas até ONGs, passando por órgãos públicos, comércio e indústria. O estudante vai precisar de conhecimentos de língua portuguesa, matemática, história e geografia para compreender os principais assuntos do curso, como história da administração, evolução das organizações ao longo do tempo, contabilidade, leis que regulam o funcionamento das empresas e redação de documentos. O aluno vai aprender ainda a analisar as chances de um negócio ou produto ser bem-sucedido e o comportamento do consumidor. Estudará também técnicas de atendimento ao cliente, empreendedorismo (iniciativas para realizar novos negócios) e como uma organização planeja alcançar seus objetivos e define suas metas para o futuro.
 
 

O técnico em Administração pode trabalhar em vários departamentos. No setor de compras, por exemplo, pode elaborar pedidos de compra de produtos, cadastrar fornecedores assim como conferir a entrega das mercadorias adquiridas. Na área de produção, pode fazer planilhas de controle de processos e produtos, registrando quais já foram produzidos e em qual quantidade. No departamento de vendas, também pode elaborar planilhas para acompanhar o desempenho das vendas, cadastrar clientes, preencher notas fiscais e gerar boletos bancários. No setor de Recursos Humanos, o técnico pode trabalhar calculando salários e benefícios dos funcionários e auxiliando nos processos de contratação e demissão de pessoal. Em qualquer área, pode atender clientes e fornecedores e redigir documentos, como e-mails, memorandos e atas.

 

Empresas privadas, seja de comércio, serviço ou indústria, órgãos públicos (prefeituras, secretarias de governo, ministérios do governo federal etc.) e ONGs.

 

Manhã e tarde

 

3 (três) anos